6864 Crianças em idade pediátrica sem médico de família no distrito de Santarém

(Last Updated On: 14 Maio, 2018)

No distrito de Santarém, o número de crianças em idade pediátrica sem médico de família aumentou 10%, desde maio de 2017 a fevereiro deste ano, segundo os dados fornecidos pelo Ministério da Saúde ao Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda.

Em números absolutos, o número de crianças sem médico de família passou de 6234 para 6864, mais 630, nos dois agrupamentos de Centros de Saúde (da Lezíria e do Médio Tejo) que, praticamente, cobrem todo o distrito de Santarém.

Para a Comissão Coordenadora Distrital do Bloco de Esquerda, “o Governo pode e deve abrir já o concurso para a contratação de mais médicos de família. Há centenas de médicos especialistas que acabaram a sua formação especializada em abril e aguardam a homologação das suas notas”.

O Bloco de Esquerda reafirma a sua exigência de atribuição de um médico de família a cada cidadão e “o cumprimento dessa exigência é ainda mais premente para um grupo de risco tão vulnerável, como é o das crianças em idade pediátrica”, declara.

Recorde-se que a Assembleia da República aprovou uma iniciativa legislativa do Bloco de Esquerda para que o concurso para a contratação de médicos recém-especialistas seja aberto até 30 dias após a conclusão da formação específica e para o BE “é agora o momento de o Governo cumprir com esta recomendação”.