8 Detidos por tráfico de droga em Pontével, Póvoa da Isenta e Aveiras de Cima

(Publicado em: 24 Abril, 2019)

A GNR de Santarém deteve, esta terça-feira, 23 de abril, seis homens e duas mulheres por tráfico de estupefacientes, nas localidades de Pontével (Cartaxo), Póvoa da Isenta (Santarém) e Aveiras de Cima (Azambuja).

A detenção dos indivíduos, com idades entre os 23 e os 43 anos, resultou de mais de um ano de investigação, que permitiu reunir provas que envolvem os suspeitos no tráfico de estupefacientes.

Durante a operação, foram cumpridos oito mandados de busca, dos quais, seis em residências, um numa empresa e outro num estabelecimento de venda de automóveis.

Nesta ação foram apreendidas 2 774 doses de haxixe; nove doses de cannabis; sete comprimidos suspeitos de ser ecstasy; sete veículos; 16 telemóveis; uma arma branca e 22 450 euros em dinheiro.

Dos oito detidos, um já cumpriu pena de prisão efetiva por tráfico de estupefacientes e quatro já se encontravam referenciados pela prática do mesmo tipo de crime.

Os detidos estão, neste momento, a ser presentes a primeiro interrogatório no Tribunal Judicial da Comarca de Santarém.


GNR detém homem por roubo de combustível e utilização de matrículas falsas

Também no passado domingo, 21 de abril, a GNR deteve, em Santarém, um homem, de 59 anos, por condução perigosa, furto de combustível e utilização de matrículas falsas.

O suspeito terá furtado combustível, na área de serviço de Santarém, na A1, sentido Norte-Sul, com recurso a um veículo com matrículas falsas, para evitar a sua identificação.

“Após o alerta ter sido dado à GNR, os militares localizaram o veículo suspeito, tendo seguido o mesmo durante cerca de 100 quilómetros, enquanto este excedia o limite de velocidade permitido por lei e realizava ultrapassagens perigosas, colocando em perigo a sua vida e a dos demais utentes da via. O veículo acabou por ser intercetado na localidade de Costa de Caparica, resultando na detenção do condutor e na apreensão do veículo”, explicou a GNR.

O suspeito ficou detido, nas instalações do Posto da GNR da Costa de Caparica, tendo sido presente a primeiro interrogatório judicial, no Tribunal de Almada, no dia 22 de abril, ficando sujeito à medida de coação de termo de identidade e residência.