Cartaxo apresenta Comissão e Comemorações dos 100 anos da morte de Marcelino Mesquita

(Publicado em: 1 Abril, 2019)

Esta quarta-feira, 27 de março, dia em que foi celebrado o Dia Mundial do Teatro, o Município do Cartaxo apresentou um ciclo de comemorações que assinalam os 100 anos da morte de Marcelino Mesquita.

Foi na Biblioteca Municipal do Cartaxo, espaço doado pelo irmão de Marcelino Mesquita, António Mesquita, que foi apresentada a Comissão Organizadora das Comemorações e o programa de atividades em homenagem ao falecido escritor, médico e deputado do círculo eleitoral do Cartaxo.

Um concurso para o rótulo da garrafa de vinho comemorativa do centenário da morte de Marcelino Mesquita, espetáculos de teatro com peças inéditas do dramaturgo e exposições sobre a sua vida e obra e a deposição da placa evocativa no túmulo do autor, compõem, para já, o programa de comemorações.

Em declarações à Tejo Rádio Jornal, a Vereadora com o pelouro da Cultura do Município do Cartaxo, Elvira Tristão, que explicou que “a intenção é levar Marcelino Mesquita ao palco, sendo que as peças que vão ser interpretadas estão mais relacionadas com os tempos atuais. A intenção é mostrar os sinais da preservação da sua memória e falar sobre ele, em atividades como o colóquio”.

A vereadora ressalva que o programa está ainda aberto à participação e iniciativas de todas as instituições e munícipes que queiram colaborar.

“Há ainda muito trabalho pela frente”, afirma a Vereadora, acrescentando que “foram ainda propostas algumas atividades às escolas, nomeadamente às escolas do Agrupamento Marcelino Mesquita, uma vez que é o patrono do Agrupamento e da Escola Básica 2, 3”.

Está também em cima da mesa a participação do grupo de teatro do Rancho Folclórico do Cartaxo, uma vez que são os detentores do espólio do grupo de teatro Marcelino Mesquita, que existiu em tempos, no Cartaxo, e a Associação Área de Serviço está ainda a pensar realizar um documentário sobre Marcelino Mesquita.