Escola Profissional do Vale do Tejo é cada vez mais internacional

(Last Updated On: 10 Outubro, 2018)

A Escola Profissional do Vale do Tejo (EPVT) recebeu a acreditação VET Mobility Charter (Carta de Mobilidade para o Ensino Profissional), que certifica a qualidade da instituição em mobilidades de Ensino e Formação Profissional.

Para a instituição esta acreditação “é o reconhecimento do seu percurso”, sendo que “a EPVT tem vindo a desenvolver a sua estratégia de internacionalização europeia”.

Esta trajetória começou “há já alguns anos”, através do programa Erasmus +, que contempla a mobilidade para formação de estudantes e profissionais e estabelece parcerias entre instituições.

A EPVT procura “o alargamento de parcerias com escolas europeias e a valorização dos alunos e colaboradores através da vivência de experiências multiculturais”, sendo que “esta valorização acontece com quem sai do país ao abrigo do programa Erasmus, mas também com quem fica e beneficia do ambiente internacional criado na EPVT”.

A escola recebeu o projeto “Learning to Undertake”, que pôs, durante os últimos 24 meses, alunos portugueses, dinamarqueses, espanhóis, franceses e romenos a trabalhar em conjunto para a criação de uma empresa virtual, na área do turismo.

“A EPVT recebeu os alunos das escolas parceiras, no final de janeiro deste ano. Aí se viveu, verdadeiramente, a dimensão internacional na EPVT, falando-se inglês pelos corredores, com os alunos estrangeiros a serem acolhidos pelos estudantes da EPVT e suas famílias, num verdadeiro e admirável ambiente multicultural”, declarou a instituição.

Enquanto escola parceira do Kold College (Dinamarca), a instituição acolheu ainda, na passada semana, quatro alunos dinamarqueses que vieram para Portugal realizar o seu estágio, em empresas parceiras EPVT.

A EPVT terminou, em junho, um outro projeto de dois anos, que permitiu que 24 alunos realizassem os seus estágios curriculares em países como a Dinamarca, Itália e Espanha. Houve também lugar a mobilidade de docentes, para formação, na Dinamarca.

A escola realizou entretanto uma nova candidatura ao programa Erasmus +, que foi já aprovada e que coloca a EPVT em condições de, nos próximos dois anos, realizar mobilidades para fins de aprendizagem, de outros 20 alunos e nove colaboradores docentes e não docentes. As primeiras mobilidades deste projeto acontecerão já em janeiro de 2019.