Governo corta orçamento do Hospital de Santarém e baixa verba para medicamentos

(Last Updated On: 7 Novembro, 2018)

O Governo cortou 5,5% no orçamento e 27% na verba para medicamentos do Hospital de Santarém para 2019.

A despesa total do Hospital Distrital de Santarém (HDS) desce de 84,2 milhões de euros em 2018 para 79,6 milhões de euros em 2019, mas, na verdade, a unidade hospitalar terá menos 21,2 milhões de euros em 2019, sendo que a este corte de 4,6 milhões de euros se soma o adiantamento de receitas feito em julho deste ano, no valor de 16,8 milhões.

Os Deputados do PSD eleitos por Santarém mostraram-se “surpreendidos” por este corte e consideram que o Governo está a agravar a situação do HDS.

No debate na especialidade, que opôs o Deputado do PSD Duarte Marques à nova Ministra da Saúde, Marta Temido, foi salientada a “clara a desorientação do governo para ultrapassar a situação do Hospital de Santarém”, sendo que o Governo foi confrontado relativamente ao veto do Tribunal de Contas às obras no bloco operatório, em Comissão de Saúde, há quase 8 meses (18 de abril de 2018).

Duarte Marques recordou que “já por quatro vezes, em audições parlamentares bem como através de uma respostas escritas, o Governo, liderado por António Costa, tinha anunciado que a situação dos vetos do Tribunal estavam resolvidos e os fundos próprios negativos ultrapassados. Mas tal não é verdade já que o problema se mantem”.

Para o deputado “o Governo tem andando a enganar o Parlamento, os deputados e sobretudo os utentes deste hospital”.

Duarte Marques frisou que  “os cidadãos de Santarém também são cidadãos de Portugal e exigem que o problema seja resolvido imediatamente”.