Mais de 6 toneladas foram consumidas este ano no Mês da Enguia

(Publicado em: 5 Abril, 2019)

O Mês da Enguia, que decorreu de 1 a 31 de março, organizado pela Câmara Municipal de Salvaterra de Magos, voltou a registar uma das melhores edições de sempre.

Nesta 23ª edição do certame, o consumo de enguias nos restaurantes aderentes ficou, pela segunda vez, acima das 6 toneladas.

O Presidente da Câmara Municipal de Salvaterra de Magos, Hélder Manuel Esménio, salienta que “os restaurantes deram um feedback muito positivo, sendo que nos resultados foi também fundamental a participação dos artesãos e produtores e o enriquecimento dado à programação pelas associações, coletividades, IPSS’s e comissões de festas”.

Ao longo de 30 dias, os milhares de visitantes, vindos de norte a sul do país, puderam apreciar as mais variadas formas de confecionar enguia, desde as receitas mais tradicionais – fritas, ensopado ou caldeirada – às mais inovadoras – à lagareiro, espetada, de torricado ou grelhada – e, ao mesmo tempo, descobrir o concelho de Salvaterra de Magos através de várias atividades turísticas e culturais.

“O evento enquadra-se na estratégia que temos seguido de promoção da economia local e de dinamização turística, cultural e patrimonial do Concelho”, acrescenta o Presidente da Câmara Municipal.

A Feira de Artesanato e de Produtos Tradicionais assumiu, pelo segundo ano consecutivo, uma dimensão nacional, juntando cerca de uma centena de artesãos e produtores de vários pontos do país. A Feira registou uma grande afluência de público e a animação foi também uma constante, com atuações de associações e coletividades locais e de artistas e grupos vindos de fora.

A Falcoaria Real, a Casa Típica Avieira e o Museu “Escaroupim e o Rio” e as cinco exposições patentes, em diferentes espaços municipais, receberam, igualmente, a visita de muitas famílias e de grupos organizados.