Prejuízos das intempéries em 2008 e 2010 fora pagas esta semana

(Publicado em: 14 Outubro, 2016)

O Ministério da Administração Interna pagou, esta semana, cerca de 385 mil euros referentes às candidaturas à Conta de Emergência do MAI, aprovadas na sequência dos danos causados pelas intempéries que atingiram o território do Continente em 2008 e 2010.

O distrito de Lisboa foi atingido, nos dias 18 e 19 de Fevereiro de 2008, por condições climatéricas excecionais, que provocaram danos significativos, designadamente nos concelhos de Cascais, Loures, Mafra, Odivelas, Oeiras, Vila Franca de Xira e Sintra. Foram afetadas infraestruturas municipais, mas também propriedades particulares, predominantemente em estabelecimentos comerciais. Na sequência deste episódio meteorológico extremo, foram validadas e aceites sete candidaturas num total de 20.913 €, valor que foi agora pago. 

No dia 7 de dezembro de 2010, vários municípios dos distritos de Santarém e Castelo Branco foram também afetados por condições climatéricas excecionais. O tornado que atingiu estes dois distritos provocou vários danos em infraestruturas, como em explorações agrícolas, atividades económicas e ainda em inúmeros edifícios habitacionais nos concelhos de Tomar, Ferreira do Zêzere, Fundão e Sertã.O Ministério da Administração Interna já procedeu ao pagamento de 362.085€, referentes às 96 candidaturas validadas.