Presidente do Município do Cartaxo lamenta acusações PSD/Cartaxo sem fundamento

(Publicado em: 12 Outubro, 2016)

Pedro Magalhães Ribeiro, presidente do Município do Cartaxo, comentou a acusação do PSD/Cartaxo “de não compreender o silêncio do presidente da câmara, ao imposto sobre o vinho”

Comunicado do PSD/Cartaxo:

Tem sido noticiado por diversos órgãos de comunicação social que o Governo se encontra a negociar com os seus parceiros “das esquerdas”, o aumento de impostos para o vinho.

O vinho encontra-se já sujeito ao IABA (Imposto sobre o Álcool e Bebidas Alcoólicas) beneficiando de uma taxa nula – uma prática que é comum na generalidade dos países produtores de vinho.

Esta notícia foi recebida pelos agentes do sector do vinho com bastante preocupação, pois, a concretizar-se, irá afetar de forma brutal a sua atividade, desde o pequeno ao maior produtor.

A Associação Nacional das Denominações de Origem Vitivinícolas refere que o aumento do imposto sobre o vinho é uma medida “da mais elementar injustiça”, uma vez que “prejudica diretamente os agricultores – cujas uvas são remuneradas em valores muito baixos, muitas vezes abaixo do custo de produção”.

O concelho do Cartaxo, identificado como Capital do Vinho noutros tempos, possui um conjunto de pequenos e médios produtores de vinho que irão ver os seus negócios afetados com o aumento deste imposto.

O PSD Cartaxo não compreende o silêncio do Presidente da Câmara do Cartaxo sobre esta matéria! Ainda para mais quando Pedro Ribeiro acumula também a presidência da Associação de Municípios Portugueses do Vinho!

Todas as associações representativas do sector do vinho, incluindo algumas autarquias já tomaram posição, colocando-se ao lado dos produtores contra a possibilidade do aumento de impostos para o sector.

O PSD Cartaxo é contra o aumento deste imposto que, a ser inscrito no Orçamento do Estado para 2017, irá trazer graves consequências económicas para o concelho do Cartaxo.