Vencedores dos Concursos de Vinhos do Cartaxo e do Tejo revelados na Festa do Vinho e do Pão

(Publicado em: 2 Maio, 2019)

Os vinhos premiados no XX Concurso de Vinhos do Tejo e XXXV Concurso de Vinhos do Concelho do Cartaxo – O Melhor Vinho na Produção – Colheita de 2018 foram revelados no primeiro dia da Festa do Vinho e do Pão, na passada terça-feira, dia 30 de abril, no Pavilhão Municipal de Exposições da cidade do Cartaxo.

Os concursos organizados pela Câmara Municipal do Cartaxo decorreram nos dias 3 e 4 de abril e, neste ano de 2019, apresentaram-se a concurso 102 vinhos –  48 vinhos tintos, 37 vinhos brancos e 11 vinhos rosé.

No Concurso do Concelho do Cartaxo, o primeiro prémio Tinto foi atribuído ao produtor Rui Manuel Silva Franco (Vinhos Rui Franco). A Adega Cooperativa do Cartaxo arrecadou o 2º lugar e o produtor António Manuel Gomes Faia foi escolhido para ocupar o 3º lugar.

O vinho tinto de Rui Manuel da Silva Franco arrecadou também o prémio especial do júri, atribuído pela primeira vez este ano para distinguir o melhor vinho em todas as categorias.

Nos brancos, foi a Sociedade Agrícola Casal do Conde a ver o seu vinho ser reconhecido pelo júri com o primeiro lugar. O vinho branco da Casa Agrícola Quinta do Falcão ficou em segundo e a terceira posição foi atribuída a Encostas do Avô de Marco Silvestre.

Na categoria Rosé, os três primeiros classificados foram os mesmos da edição de 2018, a Adega Cooperativa do Cartaxo voltou a arrecadar um primeiro lugar, a Pitada Verde – Produção Agrícola classificou-se em segundo e a Sociedade Agrícola Casal do Conde ficou com o 3º lugar.

Já no Concurso de Vinhos do Tejo, Rui Manuel da Silva Franco, de Pontével, no concelho do Cartaxo, venceu na categoria Tinto, a Enoport, de Rio Maior, recebeu o segundo lugar e a Sociedade Agrícola Cova da Caldeira, de Azambuja, o terceiro lugar.

Na categoria Branco, venceu a Adega Cooperativa de Almeirim. A Quinta dos Penegrais, de António Carvalho Machado, de Rio Maior, recebeu o segundo prémio e a Sociedade Agrícola Cova da Caldeira o terceiro.

Nos rosés, a Sociedade Quinta da Ribeirinha, de Santarém, recebeu o primeiro prémio, a Sivac, SA, de Azambuja, ficou em segundo e a Adega Cooperativa do Cartaxo, arrecadou o terceiro lugar.