Costureiras Solidárias do Concelho de Benavente produzem 5000 Máscaras

Publicado em 15 Abr 2020
Comment: Off

 Estão a caminho das cinco mil máscaras. Já tiveram propostas de compra mas não vendem. “Todas as peças serão oferecidas”, explica Laura Isabel Leal, uma das seis heroínas que não se cansa de dar vida às máscaras em TNT, cumprindo as indicações de produção.

São voluntárias com o gosto pela costura e um espírito de missão. São alunas da Universidade Sénior do Concelho de Benavente onde já funcionava o projeto costura solidária mas para produzir roupa para crianças em África.

Foi a Pandemia que lhes lançou o alerta. E em menos de um mês já produziram quase 5000 máscaras que têm sido entregues em lares de idosos dos concelhos de Benavente e Salvaterra de Magos e em instituições de solidariedade que acolhem idosos, cidadãos portadores de deficiência e doentes crónicos.

Matilde Brites, Adelaide Bacalhau, Maria Luísa Salvador, Gertrudes Pereira e Manuela Sousa e Laura Leal da Costura Solidária de Benavente pretendem oferecer máscaras a todos os alunos, professores e colaboradores da Universidade Sénior.

Estão ligadas pelas redes sociais e pelo telefone mas cada uma costura em sua casa, porque o tempo não permite ajuntamentos.

Os materiais são disponibilizados por Raquel Rodrigues https://www.facebook.com/raquel.rodrigues.1848, uma voluntária que lidera o projeto com ramificações em várias regiões e que já motivou a produção de mais de 15.000 máscaras numa altura em que o país inteiro pretende máscaras e o mercado não tem oferta.

“As que existem são a preços proibitivos para a maioria dos idosos”, explica Laura Isabel Leal que conta com o apoio precioso do marido Porfírio Gaspar Leal na logística das suas missões de voluntariado.

Texto: Nelson Silva Lopes – Fotos Costura Solidária

Noticias relacionadas