Pandemia condiciona criação de empresas no distrito de Santarém

Publicado em 17 Ago 2020
Comment: Off

A NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém analisa mensalmente a criação de empresas no distrito de Santarém. No 1.º semestre de 2020 foram criadas menos 163 sociedades fruto da pandemia Covid-19, um decréscimo de cerca de 24%.

Nos primeiros seis meses do ano, o nascimento de empresas no distrito de Santarém recuou 24% face ao ano de 2019. O distrito de Santarém totalizou, no 1.º semestre de 2020, a criação de 520 sociedades, menos 163 do que em igual período do ano passado (683).

O decréscimo do número de empresas criadas na região está diretamente relacionado com a pandemia Covid-19, uma vez que foram os meses de março, abril e maio, que maiores quebras registaram no que diz respeito à constituição de novas empresas. Abril foi mesmo o mês com maior decréscimo, tendo sido criadas menos 57 sociedades do que em igual período de 2019. Março registou a criação de menos 41 empresas face a 2019 e maio, menos 40. Janeiro registou a constituição de menos 33 sociedades face a janeiro de 2019 e fevereiro, menos 13 do que em igual período do ano passado. O mês de junho apresentou, no entanto, evolução positiva, com mais 21 sociedades constituídas face ao mesmo mês de 2019.

Análise por mês – 1.º semestre
Meses20192020Evolução
Jan193160-33
Fev122109-13
Mar12079-41
Abr8326-57
Mai10262-40
Jun638421
Total683520-163
Análise por concelho – 1.º semestre
Concelho20192020Evolução
Abrantes4636-10
Alcanena2314-9
Almeirim3930-9
Alpiarça594
Benavente48524
Cartaxo3327-6
Chamusca178-9
Constância231
Coruche3225-7
Entroncamento2927-2
Ferreira do Zêzere9101
Golegã75-2
Mação96-3
Ourém8953-36
Rio Maior3026-4
Salvaterra de Magos3923-16
Santarém12192-29
Sardoal63-3
Tomar4640-6
Torres Novas4726-21
Vila Nova da Barquinha65-1
TOTAL POR MÊS683520-163

Analisada a criação de empresas por concelho, verifica-se que os concelhos que mais sociedades criaram no 1.º semestre de 2019, foram também aqueles que maior quebra assinalaram em igual período de 2020: Santarém, o concelho que maior número de criação de empresas registou até junho de 2019 (121) criou menos 29 empresas do que em igual período de 2019 e Ourém, o segundo concelho mais empreendedor do 1.º semestre de 2019 (89), constituiu menos 36 até junho deste ano.

Curiosamente, Benavente, o terceiro concelho mais empreendedor do 1.º semestre de 2019 (48), foi um dos poucos concelhos com evolução positiva no que à criação de empresas diz respeito, tendo criado mais 4 sociedades no 1.º semestre de 2020, face ao mesmo período de 2019. A este concelho juntam-se os de Alpiarça, com a criação de mais 4 empresas, e Constância e Ferreira do Zêzere, que registaram a criação de mais uma sociedade cada face aos primeiros seis meses de 2019.

Fonte: NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém

Noticias relacionadas