Em Azambuja 180 Trabalhadores no desemprego

Depois de vários impasses a Impormol vai mesmo encerrar. A empresa deixou hoje de produzir deixando no desemprego 180 trabalhadores.

Segundo apurou o Valor Local, está marcado para esta sexta-feira um plenário de trabalhadores, onde poderão discutir algumas formas de luta, não pelos postos de trabalho, já que esses não são recuperáveis, mas pelas indemnizações a acordar com a empresa proprietária que tem sede no Liechtenstein.

Luís de Sousa, presidente da Câmara de Azambuja ficou surpreendido “com esta decisão” e salienta que há meses atrás recebeu “a comissão de trabalhadores onde abordamos a possibilidade de existirem despedimentos”. Contudo e segundo o autarca, a situação foi amenizada através da entrada de mais produção. A notícia surpreendeu assim o presidente da Câmara que não soube estimar quantas pessoas do concelho de Azambuja vão ficar desempregadas

Daniel Claro, porta voz da Associação Coméricio e Indústria de Azambuja (ACISMA) lamenta o sucedido salientando que mesmo desconhecendo as razões que levaram ao encerramento da empresa, vinca o impacto social que este encerramento vai ter para as famílias e para a economia da região.

Fonte Jornal Valor Local

  1. Luís Manuel Chagas Reply

    Liechtenstein e não Lituania

    • Tejo Rádio Jornal Reply

      obrigado

Deixe um Comentario

*