CARTAXO É CONCELHO HÁ 205 ANOS

No dia em que se celebra a elevação do Cartaxo a concelho, como de há duas décadas a esta parte, o Câmara agraciou com a Medalha de Mérito Municipal, todas as entidades e personalidades que desde março se têm envolvido de forma particular na prevenção, no apoio e no socorro aos casos de covid-19.

A ideia foi feliz, cá na minha opinião, e nem os cidadãos que de forma voluntária deram o seu contributo, foram esquecidos.

É estimulante.

Os profissionais, que fazem sempre o que devem, com estas atitudes do «Poder», sentem que o seu trabalho é reconhecido, que os sacrifícios, o afastamento das famílias, o perigo que correm, não ficou esquecido… pelo menos, sentem que alguém lhes foi sensível.

Quem foram? Encontrará os seus nomes neste sítio da Tejo Rádio Jornal.

Talvez fosse altura para regularizar o subsídio de risco… é que medalhas, mesmo alegrando a rapaziada, não compram prendas de Natal para os filhos, nem pagam despesas de saúde se necessárias forem…

Voltemos ao interior do Centro Cultural: os homenageados levaram as suas famílias, foi bonito, eu gostei muito!

À porta, os diligentes funcionários faziam cumprir de forma retilínea o Plano de Contingência: foi um bom exemplo!

No palco, em todos os discursos que proferiram, os homenageados agradeceram às suas famílias, foi justo, e todos consideraram que aquela medalha e aquele diploma eram merecidos pelas equipas com quem trabalham no dia a dia, foi muito justo: ninguém é nada sozinho!

E, certamente, os membros das suas equipas também estavam agradecidos.

É como aquela máxima à Mosqueteiro: «um por todos, todos por um»!

Mas cá para mim, a minha emoção, era assim um misto de alegria, por aquela gente tão audaz se sentir reconhecida no meio desta pandemia e de aturdimento… finalmente via o Centro Cultural aberto: revisitei aquela plateia, aquele palco, aquela entrada, aquelas galerias (até onde achei prudente); aquele aroma; aquela luz… aquelas pessoas!

A memória fez o resto…

Bem hajam e SAÚDE!

Opinião:

Mário Reis: Professor do 1º ciclo no Agrupamento D. Sancho I, Pontével

Membro da Assembleia Municipal do Cartaxo

Dirigente associativo dedicado ao teatro

Noticias relacionadas

Deixe um Comentario

*