Começou julgamento de Daniel Neves

Daniel Neves, o jovem acusado de matar Filipe Diogo, de 14 anos, em Maio de 2015, em Salvaterra de Magos, confessou esta segunda-feira, 4 de Abril, no Tribunal de Santarém ter desferido os golpes fatais, afirmando não ter tido intenção de matar e mostrando arrependimento.

Na primeira sessão do julgamento em que o jovem, actualmente com 18 anos, é acusado pelo Ministério Público dos crimes de homicídio qualificado e profanação de cadáver, o arguido afirmou que, na altura dos factos, não estava a tomar a medicação para a doença bipolar que lhe havia sido diagnosticada.

Segundo o relato que fez ao tribunal o jovem disse ter-se encontrado com o adolescente na noite de 11 de Maio de 2015 a pedido deste, num apartamento que usavam, entre outras coisas, para consumir drogas, para o ajudar a resolver uns “stresses”.

O advogado de defesa, Santos de Oliveira, disse aos jornalistas que aceitou defender o jovem por ser “um rapaz com problemas psicológicos que precisa de ser ajudado”.

 

Deixe um Comentario

*