Deputados do CDS questionam abate de sobreiros no concelho de Azambuja

Os deputados do CDS Patrícia Fonseca, Ilda Araújo Novo e Álvaro Castello-Branco questionaram o Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Regional sobre o abate de sobreiros no concelho de Azambuja.

Segundo o jornal Público, o Instituto de Conservação da Natureza e Florestas aprovou, em meados de dezembro, o abate de quase 200 sobreiros em terrenos no concelho de Azambuja, e uma semana depois, a operação foi executada sem que o presidente da Junta de Freguesia de Alcoentre recebesse qualquer indicação sobre o derrube de quase duas centenas de árvores.

Na pergunta enviada à tutela, os deputados do CDS querem saber se o Ministro está em condições de assegurar que foram arrancados apenas os sobreiros doentes e isolados e deixados os agrupados ou, se não, qual a justificação para que tal tenha acontecido.

Não estando abrangidos pela autorização do ICNF, os deputados questionam porque é que os sobreiros cintados no povoamento de montado não foram desmarcados e, ainda, a ser verdade que o(s) proprietário(s) têm em curso processos de contraordenação, como é que, mesmo assim, foi dada nova autorização de abate.

Noticias relacionadas

Deixe um Comentario

*