Duas performances sobem ao palco do Teatro Sá da Bandeira

O Teatro Sá da Bandeira recebe, no próximo dia 6 de abril, pelas 21h30, as performances “Letting Nature Take Over Us Again” e “O que fica do que passa”, com coreagrafia de Teresa Silva e Filipe Pereira.

Acerca destas duas performances, Filipe Pereira e Teresa Silva referem “O que fica do que passa é sempre uma sensação. Tanto evoca o lugar da memória, como se manifesta como projeção das nossas imagens e ideias no que vemos. Funciona através de um corpo de luz que se materializa; através de uma dança feita de impressões momentâneas; através de materiais que se dão a ver como seres orgânicos ou fenómenos naturais; através de uma boca que se abre lentamente e que reconfigura a cada segundo a expressão de um rosto. A aventura aqui é só sentir. Dar-se a possibilidade de ter, por momentos, um olho que sente.”

Continua patente, no Teatro Sá da Bandeira, até dia 17 de junho, a exposição “Para uma Timeline a Haver – genealogias da dança enquanto prática artística em Portugal” de Ana Bigotte Vieira, João dos Santos Martins e a exposição “Dança do Existir” – retrospetiva em imagens do trabalho coreógrafico de Vera Mantero.

Noticias relacionadas

Deixe um Comentario

*