Atualidade Política A Redação Dezembro 7, 2023 (Comments off) (461)

Eleitos na Câmara do Cartaxo aprovam Orçamento de 30 milhões para 2024

Trinta milhões de euros foi quanto a maioria social-democrata na Câmara do Cartaxo inscreveu no Orçamento 2024.

Um documento que “é sempre um exercício previsional, que nós procuramos fazer com o máximo de rigor, e este ano, à semelhança do ano passado, estamos a construir este Orçamento num panorama internacional com elevada imprevisibilidade”, começou por destacar João Heitor, presidente da autarquia, na apresentação do documento aos eleitos na Câmara Municipal.

O destaque vai, como seria de esperar, para a inflação que, “embora tenha havido, nos últimos meses, uma tendência de descida, se encontra bastante instável. Depois, temos a questão nacional, o contexto macroeconómico, há aqui uma grande instabilidade, e temos de lidar com tudo isto. O vazio de governança traz instabilidade económico-financeira às perspetivas do país e pode ter influência nos mecanismos de investimento suportados por fundos comunitários, como o PRR e o Portugal 2020, e nós dependemos muito destes fundos para conseguir concretizar os nossos projetos”, acrescentou o autarca.

Não obstante, o executivo mantém-se fiel à sua estratégia de “antecipar a preparação dos procedimentos de contratação para estar na linha da frente quando estas candidaturas forem apresentadas. Assim, o Município conta ter prepararas, para 2024, a empreitada de beneficiação das Piscinas Municipais, do novo Centro de Saúde, a 1ª fase de beneficiação da Circular Urbana, da EB 2,3 D. Sancho I e da ligação da rede de saneamento dos Casais Lagartos.

A aposta na Estratégia Local de Habitação é para continuar e João Heitor revelou que o objetivo é avançar, igualmente, com um projeto de arrendamento acessível com IRHU, bem como a maturidade de projetos com possibilidade de financiamento em 2024, entre eles, a Reabilitação do Mercado Municipal do Cartaxo, a criação de uma creche pública, a beneficiação EB 2,3 Marcelino Mesquita e de escolas do 1º ciclo.

Já no que respeita a fundos próprios, o Município vai avançar com a conservação de estradas do concelho, o novo estaleiro municipal, de forma faseada, ou com planos e medidas de conservação preventiva de edifícios municipais, entre outros investimentos.

“Este Orçamento é uma peça-chave para o que se pretende para o nosso concelho e para fazer do Município do Cartaxo um local de excelência para viver, investir e trabalhar”, resumiu João Heitor, acrescentando que o documento tem “uma visão positiva, ambiciosa, exigente, que se pretende consolidar no funcionamento do Município, porque só assim será possível estar à altura do seu potencial”.

De referir, também, que este Orçamento conta com um incremento nas receitas correntes (cerca de 24 milhões de euros) por via das delegações de competências (educação, saúde e ação social), impostos diretos e taxas.

Os eleitos aprovaram as Grandes Opções do Plano, Orçamento e Mapa de Pessoal para 2024 com três abstenções do PS.

O Orçamento terá, agora, de ser aprovado pelos eleitos na Assembleia Municipal.