Escolas do Cartaxo recebem filhos de profissionais de serviços essenciais

Publicado em 01 Abr 2020
Comment: Off

A Escola EB 2,3 Marcelino Mesquita, no Cartaxo, e a Escola EB 2,3 D. Sancho I, em Pontével, foram referenciadas pelo Ministério da Educação para receber alunos cujos pais exerçam profissões em serviços considerados essenciais. Não existindo no concelho valência pública de creche, será o Jardim de Infância do Cartaxo a assegurar esta resposta social.

Declarações Pedro Magalhães Ribeiro, presidente da Câmara Municipal do Cartaxo,

A partir de hoje, dia 1 de abril, as crianças poderão ficar nos estabelecimentos de ensino das 8h00 às 16h30, as refeições e as auxiliares de educação serão asseguradas pela Câmara Municipal.

As escolas de acolhimento estão disponíveis para filhos ou dependentes de profissionais de saúde, das forças e serviços de segurança e de socorro, incluindo os bombeiros voluntários, e das Forças Armadas, os trabalhadores dos serviços públicos essenciais, de gestão e manutenção de infraestruturas essenciais, bem como de outros serviços essenciais, cuja mobilização para o serviço ou prontidão obste a que prestem assistência aos mesmos, na medida em que estes trabalhadores possam ser mobilizados pela entidade empregadora ou pela autoridade pública.

Noticias relacionadas