Atualidade Sociedade Ana Mesquita Fevereiro 2, 2022 (Comments off) (84)

Mais de metade dos condutores com álcool no sangue têm a carta há menos de 3 anos

A Polícia de Segurança Pública (PSP) já revelou os dados de “Se conduzir não beba, se beber não conduza”, a operação nacional da passada semana com foco na fiscalização da condução sob o efeito do álcool.

Em comunicado, a PSP aponta para 7.847 viaturas fiscalizadas e 4.243 condutores submetidos ao teste de alcoolemia, 108 deles conduziam sob efeito do álcool. Desses, 70 estavam no regime probatório da carta de condução (carta há menos de três anos) e 40 praticavam um crime, conduzindo com uma taxa de álcool no sangue igual ou superior a 1,2 g/l.

O comunicado acrescenta 222 viaturas em excesso de velocidade, 29 autos de contraordenação por falta ou má utilização do cinto de segurança e 30 por uso do telemóvel durante a condução. Destacam-se as 126 viaturas a circular na via pública sem inspeção, bem os 45 autos de contraordenação por falta de seguro obrigatório. Foram detidos 27 condutores sem carta de condução.

A PSP pede aos condutores “para que não adotem comportamentos que possam diminuir as suas capacidades de condução, como conduzirem sob o efeito do álcool ou de substâncias psicotrópicas, ou que sejam suscetíveis de causas distrações, como o uso do telemóvel durante a condução”.