Atualidade Destaque Política A Redação Setembro 21, 2022 (Comments off) (239)

Ministério Público pede absolvição de Paulo Varanda

O Ministério Público (MP) pediu a absolvição dos quatro arguidos no processo de participação económica em negócio, entre os quais o ex-presidente da câmara do Cartaxo, Paulo Varanda, e o ex-comandante dos Bombeiros Municipais do Cartaxo e ex-presidente da RUMO2020, Mário Silvestre.

Segundo as defesas, a acusação “pariu um rato”.

O procurador do MP considerou não ter existido prova suficiente para que pudesse pedir a condenação.

As defesas afirmaram que os quatro arguidos não eram amigos e que não foi produzida nenhuma prova de que os serviços contratados não foram efetivamente prestados.

Rui Patrício, advogado de Paulo Varanda, salientou que as duas maiores prestações foram saldadas em 2016, já sob o mandato de Pedro Ribeiro, e que Paulo Varanda não teve qualquer envolvimento nas duas pagas em 2013, o que afasta a possibilidade de haver crime de participação económica em negócio, já que tem de existir lesão do património, o que acontece no momento em que são feitos os pagamentos.

Em causa está a contratação de serviços externos para a realização de trabalhos de limpeza urbana, no início de 2013, pela RUMO2020

A leitura do acórdão foi agendada para dia 10 de Outubro.

  • Foto Rede Regional