Opinião/2022 Joaquim Palmela Janeiro 11, 2022 (Comments off) (360)

Opinião – José Barreto – Orçamento da Câmara do Cartaxo 2022

Pela primeira vez ,desde a implementação do poder local democrático, temos um orçamento Municipal da lavra de uma força política que não o PS.

Na leitura que fiz do mesmo não encontrei alterações substanciais em relação aos anteriores. Sei que estamos numa conjuntura difícil, fruto do endividamento do Município e da má gestão anterior,e também do garrote do FAM que não permite muita liberdade em termo de despesas.

No que diz respeito a receitas, considero que está algo “inchado “ num Município que não cresce demograficamente ,que não tem capacidade para atrair novas empresas, que não resolve o “problema” Cartagua, e que nem o problema do parque de estacionamento resolve, para poder cobrar. Deixa-me muitas duvidas que consiga arrecadar a receita prevista.

Na despesa as nossas Freguesias e a sua população continuam a ser sacrificados. Depois do corte que tiveram em 2019 não viram os anteriores valores repostos. Numa altura de pandemia em que a sua resposta tem que ser mais forte à população é efetivamente necessário uma maior capacidade financeira das mesmas.

Considero também muito importante a valorização do Cartaxo, torna-lo atrativo para morar ou visitar, valorizar o seu património cultural, a sua gastronomia e a sua zona ribeirinha. No fundo criar condições para captar receita e investimento. O Cartaxo precisa de tudo isto, gostava que este orçamento desse resposta a estes e outros problemas.

Sendo conhecedor dos problemas do Concelho e das dificuldades de o gerir, mas dando credito, também a quem ainda agora chegou, acredito num futuro melhor para todos os Cartaxeiros. O orçamento é “apenas” um documento, a força de vontade é que nos pode levar à mudança para melhor.

Opinião – José Barreto