Opinião – Mário Reis – Um Mundo Sem Arte

Imagine um mundo sem arte, sem expressão.

Um mundo triste sem cor, sem a harmonia que a música nos transmite e as emoções que o teatro nos provoca.

Imagine agora o seu país assim, sem cultura.

Ligamos o rádio e a música não toca, olhamos para uma tela e está em branco, vazia.

Ligamos a televisão e não há imagem, queremos ir ao teatro, mas as portas estão fechadas.

Como é que se sente?

Imagine. Imagine agora que se limita a viver sem nada disto. Como é que se sente? Vazio?

É assim que vivemos sem cultura.

E enquanto isso, o cinzento preenche tudo o que não existe. O cinzento dos subsídios e dos apoios que nunca chegam…

O cinzento de uma porta semiaberta, num horário mais cinzento que o próprio fumo do aparato.

Apoiar os artistas, nas suas mais diferentes áreas é agora mais importante do que nunca.

Porque é importante ligar os rádios, deixá-los tocar… Mas o mais importante é ir a um concerto e ver os músicos ao vivo e a cores e aplaudi-los!

Olhar a pintura de frente e deixar-se levar pelas pinceladas que saíram de uma paleta de cores pela mão de um artista.

Ir ao teatro e apoiar todos os que dele dependem os atores, bailarinos, figurinistas, técnicos, autores e encenadores… Uma equipa inteira de pessoas que com todo o amor, tudo faz, para que ali, naquele momento se esqueça da vida lá fora e sinta, chore, ria e sonhe.

Um país sem cultura não existe, é pobre, não tem identidade, não tem alma nem memória.

Mas se nós fazemos parte dele, então quem somos nós?

A cultura é segura enquanto vos tivermos por perto, e asseguramos que tudo faremos para, para sempre, sermos parte da sua vida.

A cultura, essa grande senhora, que anda de mãos dadas com o amor e com a esperança. E esses, certamente, serão os últimos a morrer.

Fomos parceiros de uma vida, não nos deixem morrer agora.

Pode contar connosco em todos os momentos, chegou a altura de sermos nós a poder contar consigo.

Sem cultura, o nosso País não tem futuro.

Copiei este texto do vídeo realizado por Bruno Silva, com texto de Paulo Ferreira, disponível em https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=4207590529257550&id=100000199327226

Bem hajam e SAÚDE!

Opinião – Mário Reis – Professor do 1º ciclo no Agrupamento D. Sancho I, Pontével
Membro da Assembleia Municipal do Cartaxo e Dirigente associativo dedicado ao teatro

Noticias relacionadas

  1. download Reply

    Way cool! Some very valid points! I appreciate you penning this write-up and also the rest of the website is really good. Neila Neville Corine

  2. free sex Reply

    In this article we will cover Horror games? Resident Evil. Sallie Mikkel Serrell

Deixe um Comentario

*