Destaque Opinião/2022 Joaquim Palmela Junho 22, 2022 (Comments off) (413)

Opinião – O Retorno das Festas

Em Portugal, o verão é altura de festas. Seja na praia, seja na cidade, seja na aldeia, todos aproveitam esta altura para tirar umas férias e para fazer festas que promovam o comércio local e providenciem, a quem visita, agradáveis momentos de lazer.

Estranhamente, este novo normal, que era tão ambicionado e esperado por todos, rapidamente nos fez esquecer que uma pandemia existiu, assim como restrições de viajar e até para sair de casa… ainda por momentos estivemos preocupados com uma 3ª guerra mundial, com uma guerra que nos podia destruir a todos. Mas a vontade da “normalidade” era, e é, superior a tudo isso. O preço dos combustíveis e dos alimentos em aumentos históricos ainda nos fez distrair por uns dias… mas o regresso à “normalidade” já ninguém nos tira…

Por vezes, a sociedade bipolariza-se entre os que vêem no momento um momento de esperança, e os que vêem o momento como um possível último momento. Os que acreditam que existe esperança tudo lhes “passa ao lado”, podem estar preocupados, mas não é o momento, tudo se vai resolver, é só mais uma fase. Para os que não acreditam que haja esperança, para esses, “tudo os preocupa”, nada vai correr bem, não fazem planos a longo prazo, é melhor viver o momento..

Talvez tenham os dois lados razão…

A verdade é que ninguém sabe, ninguém é capaz de imaginar como será o mundo daqui a 10 ou mais anos. Quando pensávamos que a medicina nos ia levar para patamares nunca antes alcançados, como a cura do cancro, entre outras doenças, ou mesmo o aumento da longevidade, quase com a promessa de vida eterna… aconteceu-nos uma Pandemia, que nos ia “matando” a todos.

Quando pensávamos que a possibilidade de uma guerra no continente europeu era coisa do passado, sobretudo, depois da 1º e da 2º guerras mundiais, era impensável vermos o que está a acontecer na Ucrânia. Quando os comerciantes, que sofreram tanto com as restrições com a falta de clientes, com todas as dificuldades impostas com a pandemia, esperavam uma possibilidade de recuperação económica… Com a guerra, vieram as sanções e, com as sanções, a escassez de alimentos e o aumento dos preços dos combustíveis… a esperada e ambicionada recuperação económica não está a acontecer.

“Não espere por uma crise para descobrir o que é importante na sua vida.” – Platão

Opinião . Miguel Ribeiro – Consultor de Segurança, de Tecnologias Microsoft e Administrador de sistemas.