Opinião: Pedro Pereira Passados 13 anos, o mistério continua, sobre desaparecimento de Maddie

(Publicado em: 16 Junho, 2020)

Estávamos em 2007 quando o mundo parou perplexo para o macabro e misterioso desaparecimento de Maddie, uma criança de 3 anos. Entre os episódios protagonizados pelas diferentes policias, que a comunicação social deu nota, ficámos a certa altura convencidos que teriam sido os pais os autores do desaparecimento da filha e responsáveis pela sua eventual morte.

Passados 13 anos, o mistério continua, mas esta hipótese parece ter caído por terra. A ser verdade que os pais são inocentes, são 13 anos de sofrimento, culpa e injustiça. Sofrimento pelo desaparecimento da sua filha.

Culpa por terem ido jantar ao restaurante e deixado a criança no quarto da casa de férias, na praia da Luz, em Lagos. Injustiça e sofrimento, porque virão a sua honestidade, integridade e amor de pais, colocada em causa pela policia judiciária portuguesa e opinião pública a nível mundial.

A ser verdade a inocência dos pais, temos de admirar a sua coragem e persistência, por nunca terem desistido de lutar pela verdade e pelas razões do desaparecimento da filha. Um caso misterioso que nos deve fazer refletir, sobre o que levam seres humanos a cometer crimes horrendos e a tratar crianças desta forma macabra.

É expectável que este tipo de crimes tenham origem em doenças mentais, por isso estas pessoas têm de ser tratadas. Precisamos de prisões capazes de tratar mentalmente estes seres humanos que cometem crimes, para que não os voltem a repetir.

Opinião: Pedro Pereira, 42 anos Licenciado em Gestão Autárquica, autor do livro “Frases que podem mudar a sua vida”