PSD Cartaxo apresenta propostas para o Orçamento de 2019

Publicado em 24 Out 2018
Comment: Off

O PSD Cartaxo reuniu com o executivo da Câmara Municipal do Cartaxo, na passada segunda-feira, 15 de outubro, ao abrigo do Estatuto de Direito de Oposição, para debater as Grandes Opções do Plano e o Orçamento Municipal para 2019.

O partido, representado pelo seu Presidente João Miguel Heitor e Vice-Presidente Dília Canais, apresentou “um conjunto de propostas que refletem as opções políticas que a atual Comissão Política julga mais acertadas para a boa governação do município e cujo conteúdo se pretende ver cabimentado e implementado”.

O PSD Cartaxo considera “urgente” a execução de verbas para a remoção de amianto das coberturas dos mercados de Pontével e Vila Chã de Ourique, sendo que para o partido “está em causa a saúde pública”.

Os sociais-democratas não esqueceram o Mercado Municipal do Cartaxo, sugerindo também a sua recuperação e dinamização, se possível com recurso a fundos comunitários.

A força política “laranja” quer ainda ver incluídas no Orçamento medidas de incentivo ao desenvolvimento económico, destinadas à fixação e atração de empresas.

O partido sugere a criação de um Processo Simplex que vise desburocratizar a relação do município com empresas e particulares, nomeadamente com recursos às plataformas digitais.

É sugerida a implementação do Pacote Cartaxo Cultural, cujo intuito visa reformular e promover a oferta cultural local, recorrendo a parcerias com agentes económicos, da área do comércio e da restauração, no sentido de dinamizar a economia do concelho.

O PSD do Cartaxo pensou também no programa DinamizArte, em parceria com a Escola Secundária do Cartaxo, com o intuito de “aproveitar a arte urbana enquanto meio de promoção do trabalho artístico no concelho e complemento de requalificação do espaço público”.

O partido ainda “enaltece o acolhimento pelo atual presidente de Câmara de um conjunto de propostas do PSD e do Programa Eleitoral da Coligação Juntos Pela Mudança”, considerando “importante que estas, para além de anunciadas, não sirvam apenas para esvaziar o espaço político da oposição, devendo para tal ser devidamente cabimentadas e implementadas”.

Noticias relacionadas