Atualidade Sociedade Joaquim Palmela Fevereiro 5, 2022 (Comments off) (193)

PSP percorreu o país na luta contra a discriminação

“Sim à diferença”, a operação nacional da Polícia de Segurança Pública (PSP) contra a discriminação, esteve junto de jovens dos 2º e 3º ciclos do ensino básico e ensino secundário.

No período de atuação, realizaram-se 481 ações de sensibilização em 230 estabelecimentos de ensino, incluindo nos Açores e na Madeira, envolvendo cerca de 11 000 alunos. Foram ainda efetuados 552 contactos individuais de prevenção criminal, segundo dados em comunicado.

“Importa ressalvar que o combate à discriminação junto da comunidade escolar, por parte da PSP, não se esgota nesta operação. As várias ações de sensibilização realizadas ao longo de todo o ano letivo pelos Polícias da Escola Segura abordam a problemática da discriminação, racismo e intolerância”, esclarece a PSP.

Dando seguimento ao comunicado, “a PSP apela à denúncia de quaisquer situações de discriminação de que tenham conhecimento em contexto escolar (e de qualquer outro tipo de ocorrência ou crime)”, estando disponível, por meio das Equipas do Programa Escola Segura, “para continuar a realizar ações de sensibilização e acorrer a quaisquer pedidos de intervenção”.

A estrutura legal de resposta à discriminação “pode assumir a forma de contraordenação e, noutros casos, a dimensão de crime”, reforça a autoridade policial.