Atualidade Sociedade Ana Mesquita Março 20, 2022 (Comments off) (297)

PSP quer acabar com violência em hospitais e centros de saúde

Foram registados quase mil casos de violência registados em unidades hospitalares, em 2021, a maioria cometida por utentes. Agora, a Polícia de Segurança Pública (PSP) implementa “Saúde em segurança”, um programa de policiamento de proximidade que visa acabar com estas situações. A primeira fase do programa, que integra o Plano de Ação para a Prevenção da Violência no Setor da Saúde (PAPVSS), compreende a formação dos pontos oficiais de contacto da PSP e inicia-se na próxima semana.

“Foram registadas 961 situações de violência em unidades hospitalares, um aumento de 16 por cento face a 2020, no qual foram registadas 825 situações”, revela o Comando Distrital da PSP de Santarém em comunicado.

“A violência psicológica representa a principal tipologia de violência, seguindo-se a violência física e o assédio moral. Cerca de 65 por cento da violência registada é cometida por utentes, 21 por cento pelos seus familiares ou acompanhantes, 13 por cento por profissionais de saúde e 1 por cento por visitantes ou outras pessoas”, acrescenta-se.