Sociedade Ana Mesquita Fevereiro 15, 2022 (Comments off) (214)

PSP e GNR alertam para a violência no namoro

Está a decorrer uma operação de sensibilização sobre violência doméstica e, em particular, violência no namoro, junto de jovens do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário, dos 13 aos 18 anos. A cargo dos agentes do Programa Escola Segura da PSP, a operação termina a 25 de fevereiro.

“A violência nas relações de namoro pode assumir as vertentes física, psicológica/emocional, social, sexual e económica. Injuriar, ameaçar, ofender, agredir, humilhar, perseguir ou devassar a intimidade são formas dessa violência”, explica a PSP em comunicado, acrescentando que “quem agride precisa de ser ajudado”.

Em 2021 registaram-se mais de 2.200 denúncias de violência no namoro, sendo as principais vítimas do sexo feminino.

“As vítimas, ou qualquer outra pessoa que tenha conhecimento da situação, devem apresentar queixa nas esquadras ou procurar ajuda junto das Equipas da Escola Segura (contexto escolar) ou das Equipas de Proteção e Apoio à Vítima. Pode também ser solicitado apoio/sinalizadas situações através de escolasegura@psp.pt ou violenciadomestica@psp.pt”, pode ler-se.

Paralelamente, também a GNR leva a efeito, até 20 de fevereiro, uma campanha de prevenção e sensibilização, com o objetivo de combater comportamentos violentos e todas as formas de agressão existentes, em especial no namoro entre jovens, onde estes comportamentos são precoces.

Com o intuito de alterar comportamentos e evitar que a violência se prolongue no futuro, a campanha #VaisParar visa incentivar todos os jovens a denunciar e a não aceitar qualquer tipo de violência psicológica, emocional, física, social ou sexual.  

Em 2020, na área de responsabilidade da GNR, foram registados 1.110 crimes de violência no namoro em todas as faixas etárias. Desses crimes, 365 vítimas encontravam-se na faixa etária até aos 24 anos. Em 2021 foram registados 1.105 crimes de violência no namoro, em todas as faixas etárias, registando-se 332 vítimas com idade até aos 24 anos.

A violência no namoro enquadra-se na violência psicológica e emocional, a violência física e social, e a violência sexual. O impacto deste tipo de violência em idades precoces pode ser a aceitação desta violência no futuro, comprometendo as vítimas envolvidas, as suas famílias e a sociedade no seu conjunto.

Campanha #VaisParar – Não à violência no namoro