Recusada a reprogramação do faseamento dos trabalhos no aterro na Quinta da Queijeira

Reunido à distância, através de videoconferência, o Executivo Municipal de Azambuja aprovou, na sessão ordinária de 22 de abril de 2020, foi recusado o pedido da empresa Triaza para reprogramação do faseamento dos trabalhos no aterro.

A empresa pretendia adiar as 2ª e 3ª fases dos trabalhos de remodelação de terrenos, na Quinta da Queijeira, em Azambuja, alegando o reduzido volume de resíduos recebidos face ao inicialmente previsto. No entanto, não apresentou fundamentos para a não conclusão das obras no prazo estabelecido.

Perante isso, e atendendo a tudo o que aconteceu ao longo do ano 2019, o Município de Azambuja entende que existem razões de interesse público, nomeadamente de saúde pública e ambientais, para não aprovar a proposta da empresa.

Foto: Correio de Azambuja

Noticias relacionadas