Atualidade Economia Ana Mesquita Julho 4, 2022 (Comments off) (222)

Rega gota-a-gota na cultura do arroz revela poupança de 50 por cento de água um mês após a sementeira

Os resultados preliminares do primeiro ensaio na Lezíria Ribatejana de rega gota-a-gota na cultura do arroz indicam que, um mês após a sementeira, o consumo de água foi 50 por cento inferior ao do método tradicional de rega por alagamento, e que as plantas apresentam um desenvolvimento idêntico nos dois sistemas de produção.

Imagens recolhidas por drone permitem concluir que o campo de arroz regado por gota-a-gota apresenta um vigor vegetativo mais homogéneo, embora o crescimento das plantas seja similar em ambas as modalidades de rega. A taxa de emergência (plantas por m²) é superior no campo onde foi realizada sementeira enterrada à linha e rega com gota-a-gota, apesar da redução de 20 por cento de semente utilizada, face à parcela semeada a lanço. Ambas as parcelas foram semeadas com a variedade de arroz carolino Ariete.