Samuel Pimenta vence Prémio Literário

O escritor escalabitano Samuel F. Pimenta venceu, ontem dia 10 maio, o Prémio Literário Glória de Sant’Anna 2016, com o livro de poesia “Ágora”, publicado em Dezembro de 2015, sob a chancela da editora Livros de Ontem. Desde que o prémio foi instituído, é o autor mais jovem alguma vez galardoado.

“Glória de Sant’Anna é uma das minhas mestras, recebi a notícia com alguma emoção. Ainda mais por este livro, claramente interventivo e questionador desta era escura que nos querem impor”, diz Samuel F. Pimenta, de apenas 26 anos.

O galardão, no valor de três mil euros, foi instituído em 2012 em memória da poetisa portuguesa Glória de Sant’Anna e é organizado pelo Grupo de Acção Cultural de Válega (GAC), pela família da poetisa e outras entidades patrocinadoras. A participação é aberta aos autores de todos os países lusófonos, assim como às regiões da Galiza, Macau, Goa e Malaca.

Em edições anteriores, o prémio foi atribuído ao poeta moçambicano Eduardo White, que venceu em 2013 com o livro “O Poeta Diarista e os Ascetas Desiluminados”; à poetisa portuguesa Gisela Ramos Rosa, em 2014, com a obra “Tradução das Manhãs”; e ao poeta galego Mário Herrero, em 2015, com o livro “Da vida conclusa”.

A cerimónia de entrega do prémio será no dia 28 de Maio, em Válega, onde Glória de Sant’Anna viveu. Mas antes, Samuel F. Pimenta diz estar a preparar-se para a estreia de uma adaptação para teatro do seu livro-poema “O relógio”, com uma única exibição marcada para o dia 21 de Maio, pelas 21h30, no Teatro Taborda – Círculo Cultural Scalabitano, em Santarém.

“O texto também é assumidamente interventivo, expõe muitos dos vícios da sociedade contemporânea. Espero que haja boa afluência, à semelhança do que aconteceu em Lisboa. Será a última oportunidade de verem a peça”, afirma o escritor.

Para ler as considerações do júri do prémio: https://gloriadesantanna.files.wordpress.com/2016/05/anunciovencedorpremio2016-jl1.pdf

Deixe um Comentario

*