Serviço de urgência médico-cirúrgica no Hospital de Tomar

Os deputados do PSD eleitos pelo distrito de Santarém entregaram um projecto de resolução em que defendem a reposição do serviço de urgência médico-cirúrgica no Hospital de Tomar, no Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT).

No documento, assinado pelos deputados Duarte Marques, Nuno Serra e Teresa Leal Coelho, e a que a agência Lusa teve acesso, pode ler-se que em 2011, “já durante o segundo Governo de José Sócrates, foi desencadeada uma reorganização de serviços no CHMT que retirou ao referido Centro Hospitalar serviços considerados fundamentais como a Urgência Médico-Cirúrgica do Hospital de Tomar, concentrando-a em Abrantes, e agravou as dificuldades de acesso a cuidados hospitalares dos utentes dos concelhos mais próximos de Tomar, mas com grande densidade populacional, como são os casos de Tomar e Ourém”.

O projecto de resolução recomenda ao Governo que, “reunidas as condições mínimas exigidas em termos de pessoal, financeiras e de casuística, desenvolva esforços para repor o serviço de urgência médico-cirúrgica no Hospital de Tomar”.

O PSD quer ainda que o Governo “promova a melhoria da articulação entre as três unidades de cuidados de saúde hospitalares do CHMT e o Hospital Distrital de Santarém” e que “mantenha o esforço de abertura de novas especialidades no CHMT, bem como os serviços descentralizados de consulta que têm ocorrido em alguns concelhos, especialmente em Ourém”.

Deixe um Comentario

*