Tejo Rádio Jornal

Saúde Ana Mesquita Junho 6, 2022

Mais de 2.500 participações na II Semana da Saúde Infantojuvenil do Hospital de Santarém

A II Semana da Saúde Infantojuvenil do Hospital Distrital de Santarém (HDS), organizada em parceria com a Escola Superior de Educação de Educação de Santarém (ESE), contou com mais de 2.500 participações no total das 24 sessões que o programa integrou, mais do dobro do total registado na primeira edição. A iniciativa teve lugar entre 31 de maio e 2 de junho. Centrado no tema “Crescer bem & Bem Crescer”, o evento online e totalmente gratuito, direcionado para profissionais da educação, pais, avós – e demais encarregados de educação -, crianças, adolescentes e jovens, focou-se nos desafios da adolescência.

Continuar a ler
Saúde Ana Mesquita Junho 2, 2022

Refeições das crianças internadas no Hospital de Santarém passam a ser mais divertidas

O Hospital Distrital de Santarém aproveitou o Dia Mundial da Criança, a 1 de junho, para lançar um novo projeto, que consiste em apresentar às crianças internadas no hospital as principais refeições - almoço e jantar - de forma mais apelativa e criativa. Recorrendo a pratos com caras animadas, preparados e decorados pelos profissionais da cozinha do HDS, o empratamento das refeições tem sempre em consideração a dieta prescrita aos pequenos utentes, assim como as alergias alimentares. Este projeto pretende tornar o momento da refeição mais divertido, estimulando as crianças, que por vezes apresentam maior resistência ao consumo de determinados

Continuar a ler
Saúde Ana Mesquita Maio 19, 2022

Serviço de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital de Santarém inicia nova técnica cirúrgica

A equipa de Uroginecologia do Serviço de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital Distrital de Santarém (HDS) iniciou uma nova técnica cirúrgica denominada histerectomia vNotes. Segundo Margarida Estrela, ginecologista responsável pela Consulta de Uroginecologia do HDS, a histerectomia vNotes é uma técnica minimamente invasiva que utiliza um orifício natural (vagina) para aceder ao órgão a operar (útero) por via laparoscópica (sem a incisão inerente a uma cirurgia "aberta"). De acordo com a médica, “esta técnica é muito vantajosa para as doentes pela inexistência de cicatrizes, pela significativa redução da dor no pós-operatório e no tempo de internamento”.

Continuar a ler