Atualidade Saúde Ana Mesquita Novembro 19, 2021 (Comments off) (332)

Utentes exigem resolução de problemas na Saúde

As Comissões e Utentes dos concelhos servidos pelo ACES Estuário do Tejo e pelo Hospital de Vila Franca de Xira reuniram recentemente para discutir os problemas da Saúde na região.

Em comunicado de imprensa, recordam que “nos concelhos abrangidos há dezenas de milhares de utentes sem médico nem enfermeiro de família”, muitos com alguma idade e com doenças crónicas “a necessitar de acompanhamento mais próximo para prevenir o agravamento das suas patologias”. A falta de capacidade de respostas das Unidades de Saúde das suas áreas de residência agrava “a sua situação clínica e recorrem às Urgências hospitalares já num quadro mais complexo e de difícil recuperação” e aumentando a carga “nas Urgências hospitalares, a despesa do SNS e das famílias, o sofrimento de todos, sobrecarrega os serviços dos Bombeiros, e obriga os que podem a recorrer às clínicas e consultórios particulares”.

Além disso, diz o comunicado, “verificam-se atrasos consideráveis nas consultas de Saúde Pública (…), a oferta de consultas de saúde mental é praticamente inexistente (…) e a estomatologia continua arredada do SNS mantendo uma situação de saúde oral deficitária”.

Por todas estas razões, “os utentes exigem medidas urgentes do governo para que a Constituição da República se cumpra, dotando o Hospital de Vila Franca de Xira e os Centros de Saúde com os meios necessários para normalizar esta situação dramática”.